A linda História de Ana…

A Bíblia conta a história de uma mulher chamada Ana. O seu nome, assim como o seu modo de ser, mostram que ela era uma mulher amável, doce e calma. Porém, mesmo com essas qualidades, ela tinha uma vida sofrida e vivia abatida. A história de Ana é muito parecida com a de muitas mulheres, mas assim como Deus transformou sua tristeza em alegria, Ele poderá fazer o mesmo com você. Espero que seu testemunho dessa mulher te traga esperança.

A Bíblia diz que Ana e Penina eram esposas de um mesmo homem chamado Elcana. Porém Penina tinha filhos e Ana era infértil. Naquele tempo a poligamia era tolerada e o valor de uma mulher era medido pelo número de filhos que ela tivesse. Assim, à medida em que os anos passavam e Ana continuava sem filhos, seu sofrimento aumentava… No seu coração, ficava o imenso desejo de ser mãe, mas isso era impossível, pois a Bíblia diz que “o Senhor lhe tinha fechado a madre” (1Samuel 1:5). Você talvez pergunte: “Por que Deus permitiu isso a ela? Por que certas coisas também não dão certo para nós? Por que Ele permite nosso sofrimento e humilhação?”

Ao olharmos para a vida de Ana, veremos que muitas vezes o nosso desejo está de acordo com a vontade de Deus, porém o tempo Dele não é o nosso. Assim também aconteceu com outras mulheres da Bíblia, como Sara, Rebeca, que amavam ao Senhor, mas eram inférteis e passaram pela mesma provação. Além da dor por ser infértil, Ana sofria com sua rival Penina, que sempre a irritava por ter filhos e ela não. Mas apesar de tudo isso, o marido de Ana a amava muito. Muitas vezes ele a via chorando pelos cantos e ficava com o coração apertado. Certa vez, quando eles foram a Siló adorar ao Senhor, ele viu Ana chorando e perguntou: “Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos?” (1Sm 1:8). Perceba o amor deste homem. Ele queria muito reanimá-la, mas existem certas dores que ninguém consegue curá-las. Somente Deus poderia confortar o coração daquela mulher que tanto sonhava com um filho, e assim como ela, devemos nos colocar diante do Senhor algumas coisas:

. Nossos momentos de solidão

. O sofrimento que apaga o “brilho” da nossa vida

. A amargura que vamos guardando em nosso coração

. Nossa carência que só Deus pode suprir

. A ansiedade que nos deixa cansados e desanimados

. Depois, devemos adorar a Deus, crendo que Ele está cuidando de nós

Depois que Ana ouviu seu marido perguntar se ele não era “melhor do que dez filhos”, ela ficou tão triste que se levantou e foi para o templo orar e derramar seu coração perante Deus. Sim, ela foi adorar ao Senhor e orar pelos seus problemas. “Quantas vezes passamos por lutas terríveis e mesmo assim não oramos?” É porque muitas vezes não acreditamos que Deus pode nos dar a solução! A Bíblia diz que Ana orava e chorava com amargura de alma, pois estava profundamente abalada, mas mesmo assim ela confiava que Deus poderia fazer um milagre em sua vida. E enquanto ela pedia por um filho, ela fez um voto com o Senhor. Veja o que ela disse:

“Senhor dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres mas à tua serva deres um filho homem, ao Senhor o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.” (1Samuel 1:11)

Perceba que este voto que Ana fez, não era nada fácil. Ela consagraria seu filho a Deus todos os dias. Mas ela disse aquilo porque certamente Deus já estava colocando em seu coração um sonho de ter algo mais valioso que apenas um filho. Da mesma forma, quando passamos por grandes lutas, podemos ver Deus trabalhando em nosso coração, nos fazendo sonhar mais alto, e quanto maior for o preço que pagarmos pelos nossos sonhos, maior a recompensa de Deus! Enquanto Ana continuava no templo chorando na presença de Deus, a Bíblia diz que ela orava silenciosamente e movia apenas os lábios. Com isso, o sacerdote do templo chamado Eli, estava passando naquele local e a viu naquele estado. No mesmo instante ele a repreendeu pois achava que ela estivesse embriagada. Ana, porém, o respondeu de uma forma muito calma:

“…Não, senhor meu, eu sou uma mulher atribulada de espírito, nem vinho nem bebida forte tenho bebido, porém tenho derramado a minha alma perante o Senhor” (1Samuel 1:15).

Repare na reação de Ana. Ela respondeu com mansidão e respeito, dizendo o que estava sentindo. Será que eu e você falaríamos no mesmo tom de voz, mesmo sendo acusados de estarmos embriagados? Será que teríamos o mesmo respeito e reverência? Vemos então, que o sacerdote diante de sua reação respeitosa, lhe abençoou:

“…Vai em paz, e o Deus de Israel te conceda a petição que lhe fizeste” (1Samuel 1:17).

A partir daí, o quadro da vida de Ana mudou. Ela saiu do templo feliz e cheia de certeza no coração de que sua vida iria mudar. A Bíblia diz que ela “…seguiu o seu caminho, e comeu, e o seu semblante já não era triste” (1Samuel 1:18). Ana creu que Deus havia ouvido sua oração e com isso seu semblante triste mudou. Ela ficou em paz, pois sabia que Deus daria a ela o filho que tanto sonhava. Este é o exemplo que devemos seguir! Quando oramos a Deus com fé e colocamos diante Dele todos nossos problemas, devemos mudar nosso semblante e deixar que os outros vejam em nós, o brilho que vem de um coração confiante em Deus!

Por que parece que nossa tristeza nunca vai embora? Será que temos nos entregado completamente a Deus, lançando sobre Ele nossas ansiedades? Que eu e você possamos confiar que Deus é quem controla a nossa vida e tem o melhor para nós! A fé que Ana teve no Senhor trouxe o seu milagre! Ela teve um filho no qual colocou o nome de Samuel e foi fiel no que havia prometido a Deus. Ela preparou o menino para servir ao Senhor por toda a vida. Mais tarde, ele se tornou um dos mais exemplares líderes da história do povo de Deus.

Que todos possamos seguir o exemplo de Ana, que clamou a Deus por seu milagre e ao receber a bênção, ela não se acomodou. Todos os dias Ana ensinava seu filho sobre os princípios de Deus e não esperou que ele se tornasse adulto. Da mesma forma precisamos valorizar cada milagre que Deus opera em nossas vidas!

Fonte: http://www.pastorantoniojunior.com.br/esbocos-de-pregacoes/o-milagre-na-vida-de-ana#ixzz4GTV2GlHD
Vc que está lendo isso, não desista, viu? Deus é contigo!!

Anúncios

Minhas séries preferidas.

Olá! Eu estou aqui de novo uhul.

Hoje vou listar 7 séries que eu assisto.

PRETTY LITTLE LIARS

A série gira em torno de 5 amigos. Alison, Spencer, Aria, Emily e Hanna.

Em uma noite misteriosa, uma das amigas some. E agora? O que realmente aconteceu? As 4 amigas terão que se juntar e descobrir, mas não será tão fácil. A uma pessoa que sabe de tudo e chantageia uma por uma. Quem será? A única identificação é -A. Venha para o mundo dos mistérios, assista e descubra!

 

 

GOSSIP GIRL

A série mostra a vida badalada da Elite de Manhattan, Nova Iorque. Nem tudo é apenas diversão, a vários segredos envolvidos! Sabe quem irá te deixar antenado(a)? A Garota do Blog.  Eu assisti  o primeiro episódio e não posso negar: O cenário, figurino e qualidade de imagem proporcionada pela série, é excelente. Já a história? Não gostei.

 

Greys Anatomy

Greys Anatomy é um drama médico, protagonizado por Ellen Pompeo, interpretando Dra. Meredith Grey. A série mostra a vida amorosa,  as dificuldades dela e de seus colegas e a felicidade por cada barreira vencida. Vale a pena assistir!

 

 

 

DR HOUSE

Essa série é ÓTIMA! Dr House é uma série médica norte-americana, criada por David Shore originalmente exibida nos Estados Unidos e que ganhou diversos prêmios.

Dr House, um médico super conceituado em Nova Jersey nos Estados Unidos. Investigativo, Sacártisco, Razinza, Rabugento e Inteligente.

A cada episódio ele e sua equipe (ótima, por sinal) desvenda doenças com um disgnóstico diferencial. A série irá mostrar um pouco de sua vida pessoal, também! Vale a pena assistir.

 

Essas são as séries que eu tenho para indicar!

Se você assiste alguma, deixe nos comentários! Kiss.